quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Espera-se agora que o senhor presidente da república abra a época de tiro aos incendiários impunes.
Palpita-nos que seria muito mais eficaz, pois, façam as reformas da floresta que fizerem, enquanto essa gente e os seus eventuais mandantes andarem à solta, o problema continuará.
Obrigar o puto a ler o papel de embrulhar castanhas é mais que um castigo, é uma crueldade. 

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Um homem de muitos "talentos"


OS COMENTADORES ISENTOS (2)
- Boa noite Dr. Marques Mendes, comentador isento
- Boa Noite Clara, essa não lembrava ao careca… quando eu tinha cabelo.
- Dr. Marques Mendes, para si, José Sócrates é culpado?
- Isso é com os tribunais e o julgamento vai demorar 20 anos. Politicamente é culpado.
- Politicamente? Mas quem é que julga isso?
- Eu, cientista político de elevado gabarito que até ganha umas massas valentes na SIC
- Em que é que baseia esse julgamento
- Por inveja, por não ter um amigo que me abonasse uns milhares para comprar aquele carro que ando a namorar. A propósito, será que o Balsemão…
- Só por isso?
- Depois aquele curso…
- Curso à Relvas
- Clara, mudemos de assunto
- Que acha do orçamento para 2018?
- É um orçamento claramente eleitoralista
- Como assim? As próximas eleições são em 2019
- Eleitoralista… com efeitos retroativos.
- Dr. Marques Mendes, olhe que me dá o badagaio outra vez
- Foi para calar o Jerónimo que perdeu nas eleições autárquicas
- Eleitoralismo à posteriori, nunca tinha ouvido tal coisa
- Lembre-se que sou um comentador de alto gabarito e muito criativo
-  E o défice?
- O défice devia ser 0%
-  Como assim? Então a reposição de salários, as pensões e outras medidas sociais?
- Tretas, tudo medidas ideológicas para satisfazer as esquerdas. Medidas também arriscadas
- Arriscadas?
- Claro, Clara. Imagine uma alteração da conjuntura externa. Uma diarreia do Trump, por exemplo.
- E o relatório dos incêndios?
- Não tive tempo de ler, mas a ministra devia ser demitida
(Aqui avança o INEM porque deu outro badagaio à Clara)
Dizia Assunção Cristas em 2012.
"Devo dizer que sou uma pessoa de fé, esperarei sempre que chova e esperarei sempre que a chuva nos minimize alguns destes danos. Como é evidente, quanto mais depressa vier, mais minimiza, quanto mais tarde, menos minimiza".
Esperemos que a Sãozinha use a sua "influência" extra-terrena e faça chover para acabar com a seca e os fogos. 

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Tudo isto numa Televisão paga pelos nossos impostos.
Que me perdoem os meus amigos que são contra ou a favor do José Sócrates, mas, neste caso, sou neutro. Aguardo o resultado do julgamento, se ainda for vivo,
O que me chateia solenemente são estes julgamentos mediáticos, as "fugas" cirúrgicas de informação e comentadeiros cheios de certezas.

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Parafraseando o Rui Veloso: "Parece que o mundo inteiro se uniu pr'a o tramar"

OS COMENTADORES ISENTOS



OS COMENTADORES ISENTOS
- Marques Mendes, boa noite
- Boa noite Clara, pode tratar-me por Dr. Marques Mendes que eu não sou de cerimónias
- Com certeza, mais alguma objecção?
- Esqueceram-se de pôr as quatro listas telefónicas em cima da cadeira e não chego à mesa
- Pedimos desculpa, a produção já vai tratar disso.
- Não tem importância, eu fico de pé
- Dr. Marques Mendes, como é que o Costa sai destas eleições autárquicas?
- O Costa é o grande perdedor destas eleições. Ganhou, mas perdeu.
- Como assim?
- Porque, se perdesse, o Jerónimo e a Catarina ficavam felizes e facilitavam a negociação do orçamento.
- E o Dr. Passos Coelho?
- O Dr. Passos Coelho, com um resultado melhor, não deixaria a presidência do PSD e a oposição continuaria enfraquecida.
- Mas assim, o Costa perdia as eleições e apresentava a demissão.
- Claro, Clara. Eleições antecipadas e o Costa obtinha a maioria absoluta.
- Dr. Marques Mendes, estou mesmo muito confusa. Então, visto desse modo, o Dr. Passos Coelho afinal ganhou
- Claro, Clara. Assim deixa a presidência do PSD e vem para comentador isento da SIC onde ganha muito mais dinheiro. Tal como eu.
- É um raciocínio brilhante
- Claro, Clara. Próprio de um brilhante cientista político, como é o meu caso. Génio é o meu nome do meio.
- Dr. Marque Mendes, estou muito curiosa. O que é que se passa com aqueles putativos candidatos à presidência que têm vindo a desistir por razões pessoais?
- Clara, é óbvio. Eu e o Dr. Passos Coelho comentamos ao domingo e ao sábado, logo restam cinco vagas para mais comentadores isentos do PSD, bem remunerados.
- Portanto, mais oportunidades de sacar dinheiro ao Balsemão.
- Claro, Clara
- Dr. Marques Mendes, porque é que lhe chamam Tangerina?
- Porque sou muito pequeno para ser laranja e muito velho para ser laranjinha.

Pum!!! O programa foi interrompido para prestar assistência médica à Clara de Sousa