Blogs Portugal

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

O Halloween do Passos Coelho 

O Pedrinho e a tia Ângela mascararam-se a preceito para participarem no baile de máscaras do Halloween.
Não se percebe muito bem a razão de se terem mascarado quando o mais natural é que se tivessem desmascarado.

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Caos financeiro

Eis um bom substituto para o ministro das finanças. O homem que mais tem contribuído para equilibrar a nossa balança comercial, ao incitar os portugueses a venderem os seus últimos anéis. 

A sensibilidade social do Ulrich

A recessão, as falências, o aumento colossal do desemprego e os cortes na assistência, só poderão levar à miséria e fome deste povo martirizado por uma classe política incompetente e corrupta que atingiu o auge com este desgoverno actual.
E é neste contexto que aparece o senhor Ulrich a dizer que os portugueses ainda podem aguentar mais austeridade. Ao dizer tamanho disparate, este senhor deveria ser condenado a viver até 2015 com o RSI.

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

A refundação do Passos Coelho

O "Botas" reencarnou na pessoa do Salazar de Massamá e faz aqui uma pose de estado junto a um cartaz de propaganda do Estado Novo.
Para os ainda cépticos, aqui está a inspiração do PPC para a sua tão propalada refundação.
 

domingo, 28 de outubro de 2012

Marcelo à presidencia

Até a um observador menos atento se torna notório que a estratégia do Marcelo para a sua disfarçada candidatura à presidência da República assenta em três acções:
  1. Ataques sub-reptícios ao Durão Barroso visando afastar o outro putativo candidato PSD.
  2. Ataques ao Tozé Seguro (não precisava), sugerindo o António Costa para líder do partido.
  3. Simulação (mal conseguida) de equidistância entre o PS e o PSD 

sábado, 27 de outubro de 2012

A Maratona do Gaspar

O Gaspar considera que estamos no último terço da Maratona e que não podemos desistir agora, mas,
a acreditar na Manuela Ferreira Leite, não chegamos lá porque morremos de fome pelo caminho.
Pois que seja a Maratona. Vamos lá então correr com eles... para fora das nossas vidas.

Cortes na despesa

Claro que temos de cortar na despesa supérflua. Que melhor maneira de começar do que fazer "rolar as cabeças" dos ministros incompetentes e aldrabões ?
Aqueles que querem:
  • Cortar o subsidio mínimo de desemprego
  • Roubar as pensões aos reformados
  • Aumentar as pensões mínimas 9,3 cêntimos por dia ? 
  • Dar transportes de borla a juízes

OE2013 motiva condecoração

Este orçamento é um verdadeiro holocausto social que encheria de orgulho o velho Adolfo. Será que vão seguir-se as câmaras de gás para os reformados ?

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Marcelo cineasta

Já o conhecíamos como político, professor, comentador político, comentador desportivo(?), comentador literário, intriguista político, inventor de factos políticos e mais algumas actividades que agora não nos ocorrem, mas eis que se revela mais uma.
O Marcelo agora virou cineasta de propaganda e resolveu produzir, dirigir e interpretar um filme para tentar convencer os alemães a emprestarem a massa sem fazerem muitas ondas.
As filmagens vão decorrer no mítico Cais das Colunas no Terreiro de Paço, onde há alguns anos ele já teatralizou uns mergulhos, durante a sua campanha eleitoral para a Câmara de Lisboa.
   

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Eleições do Benfica

Que o Luis Filipe Vieira não apresente qualquer projecto ainda fará algum sentido, É presidente do Benfica há largos anos e poderá supor-se que o seu eventual projecto esteja em curso.
Agora o candidato Rui Rangel não apresentar qualquer projecto e basear toda a sua campanha eleitoral em ataques ao adversário, desafia a inteligência dos eleitores.
Depois, o homem quer ser um presidente remunerado, quando isso necessita da aprovação dos sócios... após eleições.
Imagine-se que os sócios reprovavam o ordenado ao senhor. Seguiam-se novas eleições!!!  

domingo, 21 de outubro de 2012

O Passos quer dar à sola

O PPC, finalmente, descobriu onde estava metido e que não tinha estofo para coisas tão complicadas.
Tendo o Gaspar como o homem do trabalho sujo, ele bem afronta o Silva, o Tribunal Constitucional, a oposição, o parceiro de coligação, os militantes do PSD, os órgãos de comunicação social e todos os restantes portugueses.
A intenção parece ser a de provocar a demissão do seu governo, permitindo-lhe sair como “herói incompreendido”.
Nada resulta, para gáudio do par Relvas/Borges que assim poderá finalizar os negócios que ainda tem pendentes.

sábado, 20 de outubro de 2012

Um avatar do Salazar

Por baixo do sorriso hipócrita e de plástico do Passos Coelho esconde-se uma versão actualizada e para pior do Salazar.

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Galeria de personalidades

O que há de comum entre estas personalidades?

1º Prémio: Um discurso de Passos Coelho

2º Prémio: Dois discursos de Passos Coelho

Good bye Alvaro. Have a nice trip.

Alvarito, com muito pouca pena nossa vai deixar-nos e voltar ao Canadá para reocupar o lugar na Polícia Montada, que deixou vago para vir a Portugal fazer de conta que era ministro da economia.
Tão incompetente como grosseiro e malcriado, a sua estadia apenas serviu para nos divertir (quando isso ainda era possível) com as suas bacoradas e os seus planos mirabolantes que nunca passaram à prática.
Deixa um desemprego recorde e uma economia em queda acelerada.
Boa viagem de ida.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

O downgrade do Paulinho

Em tempos conhecido como o partido do táxi, devido ao seu reduzido número de deputados, o CDS/PP corre, actualmente,  sérios riscos de vir a transformar-se no partido… da Vespa, como resultado da sua mais recente estratégia política notoriamente desastrosa.
Depois de se ter apresentado ao seu potencial eleitorado como o partido dos contribuintes, o CDS ensaiou uma actuação dúbia de estar no governo e simultaneamente na oposição.
Com esta autêntica “bomba atómica” fiscal e a irredutibilidade do PSD em aceitar mitigar os impostos esmagadores para lhes salvar a face, o CDS perde qualquer réstia de credibilidade e arrisca-se a a sofrer um cataclismo nas próximas eleições.

Um cérebro em fuga

O Mira Amaral - aquele senhor que se baba na televisão em directo e a quem venderam o BPN por uma bagatela - vem agora lamentar a fuga de cérebros, devido ao aumento do IRS.
Claro que ele estará a pensar nos "cérebros" Mira Amaral, Mexia, Nogueira Leite, António Borges e outros amigos do pote que têm vencimentos pornográficos e que já ameaçaram pirar-se.
Julgavam que eram os investigadores e doutorados que, ou não têm emprego, ou trabalham mas nem sequer ganham o suficiente para pagar o IRS ? 

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Paz e concórdia

É reconfortante para todos os portugueses assistirem a esta manifestação de concórdia e aproximação de posições políticas por parte dos partidos da coligação na tentativa de aprovar o famigerado orçamento do estado para 2013..

terça-feira, 16 de outubro de 2012

O Paulinho tem que decidir-se
Apreciador da Física Quântica, o Paulinho também pretende estar em dois estados diferentes ao mesmo tempo. De tal modo o vem tentando que até já lhe chamam o gatinho de Schrödinger do Largo do Caldas.
É hilariante assistir, para uso externo, ao número de “rejeição” do orçamento de estado para 2013 enquanto, no governo, se prepara para aprovar o referido orçamento.
Quer estar no governo e simultaneamente na oposição, tirando benefícios das duas situações.

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

A nata da sociedade civil

Alvo de grandes pressões para demitir este desgoverno e nomear outro – dito de salvação nacional -, o senhor Silva já puxou pelos seus neurónios e elaborou uma lista de possíveis candidatos.

O canibalismo fiscal
Este Gaspar, com aquela sua voz própria de um filme do Manuel Oliveira, causa mais calafrios aos portugueses que o ouvem que a personagem Hannibal Lecter do filme “Silêncio dos inocentes” e dos restantes filmes da sequela.
A imagem da direita parodia a personagem interpretada por Ray Liotta no filme “Hannibal” da referida sequela. De facto, parece que o Gaspar  - à semelhança do Hannibal – está a devorar o cérebro ao Passos Coelho, tal o seguidismo acéfalo que o PPC demonstra face ao comportamento do ministro das finanças.

domingo, 14 de outubro de 2012

Se não acabamos com eles, eles acabam connosco.

Não sei donde é que eles vieram. Não foi do futuro de certeza porque isto já não tem futuro.

sábado, 13 de outubro de 2012

Estranha coincidência

Porque é que o senhor cardeal aparece com este apoio ao governo, com um ataque à constituição e ao direito de manifestação, precisamente no  momento em que se discute se a Igreja deve ou não ser isenta de IMI? 

sexta-feira, 12 de outubro de 2012


Pedro, toma os comprimidos. 

Se o Passos Coelho acredita mesmo que a rapaziada vai aceitar, pacificamente, o pacotão de austeridade que nos está a propor (?), só pode estar “Lelé da Cuca”.
O homem, mais que demitido, tem que ser internado urgentemente.

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Titanic à portuguesa

Este país está transformado num grande Titanic, onde os membros da Comissão Liquidatária nos dão música enquanto o barco se afunda. Alguns, desesperadamente, procuram os barcos salva-vidas, deixando o comandante, calmamente, a comer o seu bolo-rei. 
Quando, para além de toda a esquerda, figuras destacadas do PSD se juntam ao CDS na contestação a este desgoverno, reduzindo drasticamente a sua base de apoio, não se entende o silêncio cúmplice do Presidente da República.
O país está a afundar-se com os portugueses a serem lançados na miséria, mas parece que não se passa nada.


quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Os narigudos

Esta é uma conversa entre dois mentirosos compulsivos. Dos dois, só o da direita é uma personagem de ficção.

Estes génios economistas

Agora, vamos ficar à espera que apareçam outros “génios” a dizer que estes novos valores é que estão errados e que se torna necessário alterar a realidade porque os modelos são infalíveis.
Quanto mais que conheço estes economistas, menos entendo porque é que ainda se continuam a contar tantas anedotas de advogados.

segunda-feira, 8 de outubro de 2012


Que se passa, Cavaco Silva ?

O Jorge Sampaio, por muito menos do que este governo tem feito, “despediu” o Santana Lopes.
Enquanto o governo de Santana Lopes se limitou a uma série de trapalhadas que enriqueceram o anedotário nacional, este executivo está a destruir a economia portuguesa de uma maneira irreversível e a lançar milhões de pessoas na miséria e na fome.
O que é que o Silva está à espera para resolver de vez a situação e demitir o Passos Coelho ?

O Seguro de vida do Passos

Este Seguro está transformado na verdadeira “barata tonta do Rato”, aparecendo, frequentemente, com  ideias mirabolantes que depois não concretiza.
Foi aquele imposto para as PPP, um banco-não-se-sabe- para-quê e agora aquela de reduzir o número de deputados.
Esta última ideia "luminosa" do Tozé, aparentemente, visava lançar mais um grão de areia na engrenagem, já muito danificada, da coligação PSD/CDS.
Em vez disso, resultou na disponibilização de mais uma arma de pressão que o PSD poderá utilizar contra o CDS, no sentido de o forçar a "engolir" a monstruosidade fiscal do orçamento para 2013. Essa arma, conjuntamente com as tais notícias que emergem e submergem, tornam o CDS refém do PSD.
Pior ainda, para além da oposição violenta do PCP e do BE, conseguiu também a ira de vários militantes do seu partido que não morrem de amores com a ideia.
Se houvesse uma disciplina olímpica de “tiro ao pé”, o Seguro seria um sério candidato às medalhas.
Será que o pessoal do PS não poderia marcar umas eleiçõezecas para correr com este imbecil inútil e eleger um verdadeiro líder da oposição? Os portugueses agradeciam.

domingo, 7 de outubro de 2012

Um grande actor

Embora este actor já nos tivesse habituado a grandes interpretações, sempre que actuava nas praças e feiras deste país, foi a sua performance no papel de "Paulinho anti-impostos" no filme "Partido dos Contribuintes" que atingiu o nível de excelência, deixando todos os restantes actores da nossa "porca" política a grande distância. 

Previsões infalíveis

O Gaspar é verdadeiramente infalível desde que se faça uma leitura inteligente das suas previsões. Como nunca acerta, torna-se apenas necessário considerar exactamente o contrário do resultado das suas iluminadas previsões. 

sábado, 6 de outubro de 2012


O pior governo do mundo

Segundo o Gaspar, somos o melhor povo do mundo. Desconhecem-se quais os critérios que o nosso “génio” utilizou para estabelecer o seu ranking pessoal mas, atendendo às últimas medidas drásticas do governo, deve ter dado forte prioridade à nossa proverbial passividade.
Tal como o nosso ministro se sente no direito de avaliar os portugueses, também nós nos sentimos com legitimidade para considerar este governo como o pior depois do 28 de Maio.
Ainda não dispõem de uma polícia política mas, se os deixarem, não faltará muito.

Paulo e a sua ex-clientela eleitoral

Depois de declarar o CDS o partido anti-impostos, o Paulinho teve que engolir um contentor de sapos vivos, não só para manter o seu cargo de ministro dos negócios estrangeiros, como também para evitar que as notícias acerca dos submarinos emergissem.

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Relva/Laranja

Se o Silva se põe a fazer o pino para saudar a bandeira ainda lhe caem os neurónios.

A indigestão do Paulinho
O pobre do Paulinho está a pensar como é que vai recuperar as peixeiras, os feirantes, os ex-combatentes, os reformados e os pequenos e médios empresários. O seu coração balança entre o "interesse nacional" e os votos da sua clientela.
A continuar assim, até o táxi será demasiado.

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Uma coligação de traições

Enquanto um deputado do PCP referia uma famosa carta do Paulo Portas aos militantes do CDS/PP, prometendo que não haveriam mais impostos, o Paulinho baixava a cabeça comprometido. Perante isso, o PPC e o Relvas riam de gozo da incomodidade do parceiro de coligação.
Estas cenas "dramáticas" só podem significar o fim próximo da coligação.

Nada de conclusões precipitadas

Faz download, amplia, imprime e utiliza como alvo para o teu jogo de dardos.
Quando estiveres a pensar nos aumentos de impostos e tiveres entrado em fúria, experimenta e verificarás que afinal a tua pontaria é muito melhor do que pensavas. É tudo uma questão de motivação.

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Money makes the world go around

Este país está a ser governado como um cabaret onde o mestre de cerimónias não para de ter ideias para sacar dinheiro aos frequentadores..

terça-feira, 2 de outubro de 2012


A oposição e os joguinhos partidários

Quase tão trágico como um governo extremamente incompetente e insensível é a ausência de uma verdadeira oposição capaz de interpretar a voz de protesto que os portugueses fizeram ouvir, de forma genuína e categórica, em 15 de Setembro.
O Partido Socialista, que seria suposto liderar a oposição, vai fazendo uns comunicados e declarações inconsequentes esperando que o governo, mais tarde ou mais cedo, acabe por cair por si próprio.
Até lá, assistimos à destruição irreversível da economia e às privatizações ao desbarato de sectores estratégicos, comprometendo o futuro das gerações futuras.
Enquanto isso, os outros dois partidos da oposição, mais preocupados com o tacticismo político, nem sequer conseguem avançar com uma moção de censura comum, mais parecendo que as referidas moções se destinam a “entalar” o PS.
No final das 3 horas de discussão das moções, com uma parte desse tempo gasta em “guerrinhas” entre os partidos da oposição, vai resultar um “tiro no pé” e mais uma oportunidade perdida de contribuir para abreviar a vida deste desgoverno.
Mas o pior de tudo é que vai passar a ideia perigosa de que o governo é péssimo, mas que “não há alternativa credível”.
Essa ideia vai ser explorada até à exaustão por quem tem cada vez menos argumentos válidos para defender esta coligação moribunda.

Desde que saia

Em 2008, Pacheco Pereira, referindo-se a Luis Filipe Menezes, dizia – "não vai ser fácil porque vai mesmo ter que ser à bomba“. A afirmação (em sentido figurado) tinha como objetivo afastar o LFM da chefia do PSD antes das eleições de 2009.
Passados 4 anos, o Pacheco aparece a sugerir a dissolução da coligação PSD/CDS.
Ou muito nos enganamos ou esta sua sugestão irá endurecer e passar também a incluir a “bomba”.

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

O trabalho sujo do governo
Foi o próprio Marcelo Rebelo de Sousa que nos veio dizer que o António Borges só está a dizer o que o governo gostaria de dizer mas não quer ou não é capaz.
Todavia, o governo está a criar um monstro incontrolável e o Borges já está em roda livre.