segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

A revolta dos leões

Depois do leão do Marquês de Pombal ter abdicado por estar farto de "bocas" constantes, é agora a vez do Leão da Metro abandonar e dar lugar ao Godinho Lopes que é um animal bem menos feroz.

sábado, 29 de dezembro de 2012

Estimular os portugueses

Portugal vendido ao desbarato

Quem um dia destes, em Lisboa, for tomar café à Brasileira e não encontrar a estátua do Fernando Pessoa ou descer à Rua Augusta e notar a ausência do arco, não estranhe, faz tudo parte do processo de venda acelerada do património português ao preço da chuva.
O bando da Lapa quer vender tudo o que possa aos amigos, antes de ser corrido do poder.

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

domingo, 23 de dezembro de 2012

A segunda vocação do Passos Coelho

Seguindo o seu próprio conselho, Passos Coelho emigrou para Londres e resolveu seguir a sua verdadeira vocação actuando nos corredores do Underground.
Se um dia destes forem a Londres, não se esqueçam de levar umas moedinhas para ajudar o nosso compatriota que teve de fugir dum país que tão ingrato foi com ele.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Apagão à voz deste hipócrita

Adjectivar este individuo é um desafio à imaginação dos portugueses. Esta coisa acumula tudo o que de mau se poderia esperar de um ser (des)humano. Por uma questão de higiene mental e prevenção a danos irreversíveis ao seu sistema nervoso, desligue o seu televisor durante a mensagem.
 

Portugal à venda

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

sábado, 15 de dezembro de 2012

A arte ao serviço da política

O discurso louco do Paulinho (extraído do filme):
Votei a favor mas sou contra uma crise política causada por aqueles que são a favor de que eu seja contra o orçamento.
 Sou também contra todos os que são a favor de que o PR seja contra a constitucionalidade deste orçamento.
 Se o PR for a favor de mandar o OE2013 para o TC eu serei contra que o TC esteja a favor de chumbar o OE.
 
Não sei se alguém percebeu o meu discurso, eu também não percebi.  

A Troika e o bom aluno.

Um Natal infeliz para os portugueses
Quando os senhores ministros, na noite da consoada, estiverem a desembrulhar as prendinhas para os vossos familiares, reservem apenas uns minutos do vosso tempo e pensem:
  • No mais de um milhão de desempregados.
  • Nos que tiveram de emigrar por falta de emprego.
  • Nos desempregados de longa duração que deixaram de ter esperança de arranjar emprego.
  • Naqueles que têm de entregar as casas ao banco, por não poderem pagar as hipotecas.
  • Nos desempregados que deixaram de receber o subsídio de desemprego a que tinham direito.
  • Nas pessoas doentes e sem dinheiro para comprar medicamentos.
  • Naqueles que, a essa mesma hora, dificilmente terão pão para por na mesa.
  • Nos sem-abrigo dormindo enrolados num cartão qualquer.


sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Passos Coelho arrasta PSD na queda

Os exterminadores

Lembram-se do Ghostbusters, um filme dos anos 80 que tinha uma música gira (Who ya gonna call?
(Ghostbusters!) ? Pois temos agora uma versão nova e à portuguesa com estes três actores.
O duo maravilha, acolitado pelo homem do Partido dos Impostos, actua implacavelmente na busca e destruição de tudo o que seja considerado estado social.

É bom lembrar o juramento.

A personalidade do Silva engloba duas componentes; A do Américo Thomaz pelo seu pendor de corta-fitas inútil e anedótico e da Rainha de Inglaterra pela sua tendência para figura decorativa. A diferença é que a Rainha ainda vai conseguindo encaixar algumas receitas provenientes de royalties, enquanto o Silva de Boliqueime, com os seus inúmeros assessores, só contribui para as "gorduras" do estado.
  

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Guerra na coligação

Estalou outra guerra na coligação. O Álvaro veio a terreno criticar as medidas ambientais da UE, acusando-as de fundamentalistas. Ripostou, de pronto, a Cristas afirmando que não se pode voltar à Industria do século XIX. Decididamente, esta coligação não se entende e não se sabe onde pára a tal Comissão Coordenadora, criada para o efeito ou para português ver.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Um leão envergonhado

Farto de esperar pelos festejos de um título e amargurado com o caminho inexorável para a segunda liga, o leão resolveu reivindicar a sua retirada do emblema do Sporting.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

As incoerências das mentes brilhantes

Parece que o sermos ou não a Grécia, varia de dia para dia em função das condições climatéricas.

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Um governo cobardolas

Este governo utiliza uma estratégia da treta que consiste em:

1)- O Governo lança a "ideia"
2)- Aguarda pelo feedback
3)- Se as reacções são negativas (são quase sempre):
      - Não foi bem isso que dissemos
      - Foi tirado do contexto
      - Os jornalistas alteraram o sentido das palavras
      - Ainda nada está decidido
      - É ainda uma ideia e vamos ouvir toda a gente
      - Ficamos à espera das ideias da oposição 

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Será que o Bugs Bunny está Lelé da Cuca ?


A esperteza saloia do Marcelo

Contra a opinião de vários constitucionalistas, o Marcelo mantinha a opinião de que não havia inconstitucionalidades no OE2013.
Entretanto, leu a opinião do Bagão Felix, que não é constitucionalista nem sequer jurista, e mudou de opinião em relação a um dos pontos.
Esperemos agora que ele continue a ouvir mais alguém que não seja constitucionalista e que mude também de opinião em relação a outros pontos do OE.
Parece que, segundo o Marcelo, ser constitucionalista só atrapalha.
Entretanto teve a distinta lata de sugerir esta estratégia ao governo, ao PR e ao TC.
Parece que para ele a Constituição é uma treta que o governo pode passar ao lado sem qualquer problema.
É inconstitucional? Pois é, mas fica para o OE2014. O governo depois comete outras inconstitucionalidades, que serão corrigidas no OE2015 e assim sucessivamente. 

domingo, 2 de dezembro de 2012

Que se lixe o Natal dos portugueses~

O PPC quer mesmo que se lixe o Natal dos portugueses. Ele quer lá saber se as pessoas têm ou não dinheiro sequer para comer quanto mais se vão ou não ter ceia de Natal. E mesmo isso das crianças terem ou não brinquedos é irrelevante, pois são gastos supérfluos. Ter família é um luxo incomportável. Viva a insensibilidade.