sábado, 31 de janeiro de 2015

Mas porque é que não lhe tiram as pilhas ?

Mesmo com eleições à porta, era preciso exagerar tanto?

Há os que não acreditam, os que não acreditam mas querem que os outros acreditem e aqueles que acreditam em tudo.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

"Sobre o Syriza - ou Syrizo, já que não há nenhuma mulher no Governo - vejo por aí muita gente que diz 'eu sou Syriza'. Com toda a franqueza, eu digo que eu sou é português", disse Paulo Portas, referindo-se ao partido de esquerda que ganhou as eleições gregas.
Extraordinário.
Ficámos a saber que os partidos também têm sexo e que o Paulinho, contrariamente ao que pensávamos, não é alemão.
O Paulinho é tão cómico que, até sentado, faz stand up comedy

O "crâneo" do FMI
Eles são muito "duros de ouvido" e têm uma maioria que abafa as comissões de inquérito, para além de uma comunicação social domesticada.
SÉRIE CINEMA (1)
Um palerma é um palerma, com ou sem chapéu.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

As vingançazinhas do "anão" de Belém
Quero homenagear, com estas condecorações, "um conjunto de intérpretes e criadores de excelência, que deram nos últimos anos um contributo excepcional para o enorme êxito que o fado tem conhecido".
Há ainda um tal Carlos…Carlos do Chiado, fadista subversivo, que parece que ganhou um Gra…gra…gra… um prémio também subversivo, mas esse criticou-me e não leva nada. 
O repórter José Rodrigues dos Fretes relata o estranho acontecimento do edifício da RTP que, durante a noite, apareceu pintado de laranja.
Testemunhas entrevistadas afirmam ter avistado os fantasmas de Ramiro Valadão e Cesar Moreira Batista rondando nas imediações do canal de serviço dito público.
A actual administração demissionária já veio declarar que não teve nada a ver com o assunto, até porque já foi elogiada pelo governo, tal como tinha exigido.
Entretanto o ministro Poias Maduro já reuniu com o Conselho Geral Independente da RTP para lhes transmitir as suas instruções

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

domingo, 25 de janeiro de 2015

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

O Paulinho vem agora dizer que o ano vai ser melhor para os reformados porque acabou a CES.
Não fora o TC ter acabado com a dita e ela teria passado a permanente.

Fahrenheit 451 é um excelente filme, baseado num romance do mesmo nome escrito por Ray Bradbury  (1920-2012).
O romance apresenta um futuro onde todos os livros são proibidos, as opiniões próprias são consideradas antissociais e hedonistas, e o pensamento crítico é suprimido. O personagem central, Guy Montag, trabalha como "bombeiro" (o que na história significa "queimador de livros"). O número 451 é a temperatura (em graus Fahrenheit) da queima do papel, equivalente a 233 graus Celsius.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Dentro da estratégia de redução de custos deste governo, esta é uma racionalização de recursos que faz sentido

domingo, 18 de janeiro de 2015

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Traições e trapalhadas numa coligação irrevogavelmente unida
Enquanto as sondagens mostram que uma grande maioria dos portugueses não quer a privatização da TAP, o primeiro-ministro, o ministro da economia e o secretário de estado dos transportes andam à zaragata devido a interpretações divergentes do caderno de encargos da privatização.
O Passos Coelho assegura que nenhum trabalhador da TAP será despedido, mas o Pires de Lima e o Sérgio Monteiro garantem que só não serão despedidos aqueles cujos sindicatos tenham concordado com o governo.
A incompetência e a trapalhada de um governo em agonia acelerada, perante a complacência de um presidente da república que só lhe falta andar a colar cartazes do PSD. 

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

O 'JN' avança hoje que "o secretário de Estado dos Transportes adquiriu, para o Estado, um contrato de financiamento que montou, enquanto gestor privado para o TGV. Problema: inclui 'swaps' que já custam 152,9 milhões de euros".
Um coelho indigesto

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Está disposto a tudo para não voltar ao partido do Táxi
Vamos lá martelar as estatísticas do desemprego
Vamos lá esquecer, os submarinos, as "linhas vermelhas", o "partido dos contribuintes e dos reformados", a "irrevogabilidade" e as birras para conseguir uma promoção no governo.
O Portas é um gajo porreiro e até vai tentar dar mais uns beijinhos às peixeiras. Se não levar com um peixe-espada nas trombas

domingo, 11 de janeiro de 2015

Em horário nobre, continua o monopólio informativo da direita nos canais abertos.
Hoje à noite, o papagaio, putativo candidato a PR, enfrenta o habitual contraditório da treta.

sábado, 10 de janeiro de 2015

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Se a remodelação das urgências tiver o mesmo êxito do CITIUS, o governo vai conseguir resolver o problema da sustentabilidade da Segurança Social.
Isso de um povo culto ser um povo livre, não dá jeito nenhum
Dificilmente se consegue tolerar ministros incompetentes na economia, na educação e noutras pastas. Agora quando um ministro, tido por supercompetente, leva a sua incompetência ao ponto de deixar morrer pessoas por falta de assistência, só podemos exigir-lhe que se demita