quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

A COREOGRAFIA DA OPOSIÇÃO


A COREOGRAFIA DA OPOSIÇÂO
Não está nos nossos hábitos assistir aos debates quinzenais na Assembleia da República, quer por motivação quer porque não concordamos com o modelo e com a periodicidade. Tem, porém, uma vantagem que é mostrar em direto o que os participantes dizem sem a habitual manipulação dos OCS.
Desta vez, dedicámo-nos a observar a coreografia da oposição, na resposta ao discurso do governo e das bancadas parlamentares que o apoiam.
1)-Passos Coelho:
Para o mesmo tipo de intervenções do António Costa, tão depressa ria até às lágrimas, como mostrava uma indignação tal que parecia que ia bater no primeiro-ministro. Sem dispormos de competências para isso, quase arriscaríamos que o homem sofre de doença bipolar. Que tal pedir apoio psicológico?
2)-Hugo Soares
O rapazito é tão básico que se torna mais fácil de descodificar. Um pouco à semelhança do filme oscarizado “Quem quer ser bilionário”, parece que está ligado por “uma rede mental” que lhe “dá” as respostas  e “sugere” códigos de fisionomia.
Enquanto aguarda pela conclusão da intervenção do PM adota um ar, ora expetante ora indignado qb, que lhe permite manter o suspense para a sua próxima e “importante” intervenção.
Género: “Não percam, já a seguir a brilhante resposta do Huguinho”
Faz uma pausa longa (para concluir o “download” da “rede mental”) e arranca com a resposta malcriada 22 e o semblante irónico 53.
O piqueno precisa de mudar de emprego (não de trabalho) e passar umas semanas a “pimenta na língua”.
3)-Cristas e Nuno: (de tão pouco importantes, chega)
Um pouco confuso devido a um eventual cruzamento com a “rede mental” do Huguinho.
À medida que a impiedosa resposta de Costa fluía,  o ar da Cristas ía de vítima 71, ao sorridente 98 e ao indignado 84. Já o Nuno, começou com o mesmo sorridente 98, para evoluir para o mesmo indignado 84. Portanto, alguma falha de sincronismo entre as duas personagens. É uma espécie de sinergia negativa; anulam-se (ainda mais)

CONCLUSÃO: Lembram-se da comissão coordenadora da coligação PAF?. Estamos a precisar de uma comissão coordenadora da coligação PAF/OCS
                                                                                            
                                                                                              Fernando Roque
                                                                                              (Um chato do caraças) 

Sem comentários :

Publicar um comentário

Os seus comentários serão apreciados.