quinta-feira, 10 de janeiro de 2019


O IMPACTO AMBIENTAL E SEGUNDA CIRCULAR
Passam-se anos, décadas, dezenas de estudos e dinheiro desperdiçados, decisões, contra decisões, OTA, Alcochete, Montijo e sabe-se lá que mais. Vão esperando que, pela minha parte e dada a minha proveta idade, já perdi a esperança de um dia fazer um check-in no tal novo aeroporto de Lisboa, ou complementar, como lhe queiram chamar.
Dizem agora que um aeroporto de raiz levaria 10 anos a construir. Pois é, admitindo que levaria tanto tempo, já podia ir a meio se não fossem as decisões políticas (partidárias) a sobreporem-se aos interesses do país. Imaginem agora, com tantas eleições em 2019, o “Carnaval” que vamos ter a discutir o Montijo!!!
Quase que apostava que o estudo de impacto ambiental vai ser chumbado e a “solução inteligente” dos “especialistas” da nossa praça vai ser alargar, ainda mais o aeroporto Humberto Delgado. Não há problema, se for preciso mandam-se uns prédios abaixo, deslocam-se umas pessoas (pássaros é que não) e pronto.
A alternativa será não fazer nada e mandar os turistas para Espanha ou outros destinos, porque não precisamos do dinheiro deles para nada. Somos muito ricos.
Porque será que os portugueses, que têm imensa dificuldade em tomar decisões, gostam tanto de criticar quem, mal ou bem, ainda as vai tomando?
Será que, quando foram construídos o Aeroporto da Portela (agora Humberto Delgado) e/ou a Segunda Circular, alguém fez algum estudo de impacto ambiental? Se fizeram não se nota nada.
Será que todos aqueles aviões (vão aumentar) a sobrevoar a Segunda Circular (e o bairro de Alvalade) não tem qualquer importância para os nossos “sábios”. Claro que é tudo muito seguro e não vai cair avião nenhum, tal como na Madeira.
Será que os moradores do bairro de Alvalade têm tímpanos imunes aos decibéis (vão aumentar) causados pelo tráfego aéreo, ou vão passar a dormir com tampões nos ouvidos?
Definam lá impacto ambiental, que nós gostávamos de saber se é assim uma coisa tão… FLEXIÍVEL.


Sem comentários :

Publicar um comentário

Os seus comentários serão apreciados.